Infarto do Miocárdio: Sintomas e Tratamentos

Também chamado de ataque cardíaco, o infarto do miocárdio é uma situação de extrema urgência, que necessita uma intervenção imediata de um médico cardiologista em Brasília.

A cada ano, milhares de pessoas são vítimas de infarto, e às vezes, pode levar à morte.

Para você saber quais os sintomas de um ataque do coração e tratamentos, elaboramos um pequeno guia com as principais informações.

O que é infarto do miocárdio?

O miocárdio é o músculo do coração que garante a circulação do sangue no organismo.

Quando se trata de infarto do miocárdio, ocorre quando há a “morte” de uma parte desse músculo, na maior parte da vezes causada pela obstrução de um dos vasos sanguíneos que nutre e leva oxigênio ao coração.

Dessa forma, a artéria coronariana não consegue levar oxigênio suficiente ao músculo, que para então de funcionar, e que pode causar a morte se essa artéria não for desobstruída.

Segundo médico especialista em cardiologia Brasília, o infarto representa 1/3 das causas de mortes entre a população.

Quais os fatores de risco?

Os principais fatores de risco de um ataque cardíaco são:

  • Idade;
  • Histórico familiar;
  • Uso prolongado de anticoncepcionais;
  • Tabagismo;
  • Álcool;
  • Sedentarismo;
  • Obesidade.

Se você se encaixar em algumas dessas situações, é importante marcar uma consulta em uma clínica de cardiologia DF e fazer um acompanhamento.

Quais os sintomas de infarto do miocárdio?

O sintoma típico é a dor muito forte no peito, e, às vezes, irradiando para o braço esquerdo, explica o cardiologista DF.

Também vem acompanhada de suores e uma sensação de morte iminente.

Porém, existem casos onde a pessoa pode não apresentar esses sinais típicos, que é chamado de infarto atípico.

É uma situação observada em diabéticos, idosos e também em mulheres, que podem sentir uma pressão no peito ou ainda sintomas digestivos, por exemplo, dores abdominais e náuseas.

Quais os tratamentos?

É vital a desobstrução da artéria o mais rapidamente possível, procedimento feito por um médico cardiologista Brasília.

Para isso, o paciente é submetido a um exame que permite visualizar as artérias coronárias, identificar a artéria bloqueada, e então realizar uma angioplastia, com o objetivo de restabelecer a circulação na artéria em questão.

O tempo de hospitalização vai depender da extensão desse bloqueio, assim como da idade e saúde do paciente. 

O mais importante é que, assim que sentir os sintomas, buscar ajuda o quanto antes, pois é o que garante um melhor prognóstico e maiores chances de sobrevivência.